Em nome de Deus

Vivemos em um tempo em que a crise de identidade dos cristãos esta visível, não somente para os que servem a Jesus conforme o evangelho, como também, para os que não pertencem a confraria dos que creem. Esta notável que com o mesmo fundamento de fé, a saber, a bíblia, em nome de Deus se prega e se fala o que bem deseja. Manipulando-a aos próprios interesses, seja em nome da instituição ou individual.

Em nome de Deus manipulam.

Alguns lideres anunciam em seus grandes púlpitos o poder de Deus e a graça, requerendo do povo aquilo que eles mesmos não tem a dar, cobrasse tudo em nome de Deus. Afinal eles se denominam os gestores de Deus na terra, fazem parte do departamento de RH, são os responsáveis por amaldiçoar e bendizer a quem eles desejam.

Anunciam o poder, mais para que tal se manifeste é necessária uma troca. Logo a graça vira dês-graça, dês-graça essa, que tem tomado uma grande parte dos corações dos inocentes necessários, que por intenção de servir a Deus acabam colaborando para o avanço da alcateia em nome de Deus que se espalha mundo afora.

A maioria faz questão de pregar para a multidão, fazem questão de mostrar as bênçãos materiais disponibilizadas por Deus, fazem de tudo para atrair o homem a matéria, e anulas-se a essência divina. Que Deus tenha piedade!

Oh meu Deus! Vivemos em tempos piores do que o período das trevas, tempos tão camuflados que somente os de Cristo discernem realmente a nuvem negra que paira sobre a terra. Tempos mais cruéis que o império Romano, com a diferença que, não cometemos mais assassinatos em público. Mas sim, ocorrem assassinatos em massa de pequenas almas e corações quebrantados que procuram na religião um copo de água para tirar o amargor da vida, e o que se oferece é um copo de vinagre, cheio de condições mágicas e a base de troca, para que tal favor lhe seja atendido.

Com a bíblia na mão em nome de Deus.

Com suas bíblias nas mãos anunciam os deuses dos seus corações e promovem os cultos aos sentimentos, neles há muito choro, muitos pulos e saltos, muita expectativa de mudança financeira. Onde esta o arrependimento? Onde esta algo para falarmos: Isso é divino, pois não veio de mim, mais é dom de Deus. As poucas ovelhas espalhadas, são sufocadas pela autoridade de tais “lideres”, são chamados de Belzebu, por que simplesmente pregam a Graça, sem a barganha instalada na essência dos seus sermões.

Paulo descreve os tempos atuais.

2 Timóteo 3:1-5 “Sabe, porém, isto, que nos últimos dias sobrevirão tempos penosos; pois os homens serão amantes de si mesmos, gananciosos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a seus pais, ingratos, ímpios, sem afeição natural, implacáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, inimigos do bem, traidores, atrevidos, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, tendo aparência de piedade, mas negando-lhe o poder. Afasta- te também desses.”

Em nome de Deus não aproximam mas sim afastam as pessoas da fé genuína.

Paulo descreve exatamente o que Jesus outrora já havia anunciado: O amor de muitos esfriaria. Paulo somente usa uma quantidade exorbitante de gramática para destrinchar o que de fato era inevitável. A manipulação da palavra de Deus, desvirtuação de seus sermões, modificar e fazer Deus a imagem e semelhança do homem.
A falta do amor, esse é o princípio do apocalipse, é a anunciação ao mundo que Jesus está próximo. Estamos a passos do descortinar do véu, e do ajuizamento das nossas consciências, basta olhar aos redores, não estou falando das grandes teorias das conspirações, estou falando de olhar para o que Jesus, Paulo e muitos profetas pré-anunciou, os homens se tornariam amantes de si mesmo, estou falando do egoísmo, da falta de compaixão, das nossas conspirações internas, contra ao próximo perto de mim, o irmão que eu vejo.
Estou falando que enquanto nos preocupamos com as grandes conspirações, esquecemo-nos de olhar as pequenas, que se multiplicam como câncer entre os cristãos, a chamada é que cada um olhe para si, e cuide para que não ocorra um apocalipse interno, com sua parentela, com seus irmãos, com o próximo, não permita que o verdadeiro amor se esfrie.

Os lobos compram e vendem a fé em nome de Deus

Os lobos estão vendendo José, estão tentando destruir a restauração do templo como Sambalate e Tobias, estão perseguindo os profetas, são os atuais fariseus, perseguem a Cristo.
1 Coríntios 2:14,15 – Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente. Mas o que é espiritual discerne bem tudo, e ele de ninguém é discernido.
O espirito do anticristo já paira há muitos séculos, sobre a humanidade, mas nunca se viveu tempos como esses, não me refiro a personificação do mal, mas a atmosfera que está sobre a terra, qualquer que se levanta em nome de Deus, mas não sendo a causa de Deus, antes, levantam bandeiras finitas e as vende como infinitas, vendem a fé, e transformam-na em puro misticismo.

Convergem as imaterialidades divinas em Em nome de Deus fotomaterial de superstição. Deus tenha piedade!
Os lobos estão as soltas, são uma alcateia em nome de Deus. “Quem tem ouvidos, ouça “
Foi Jesus, que morreu por nós, afim de que não ficássemos a mercê dos vendilhões da fé, mas pela fé simples e pura alcançássemos o ajuizamento de nossas consciência por intermédio de sua morte!
Autor Davi Araujo.

 

Reservado para você!

O que acontece com a fé de quem faz teologia.

Deixe Seu Comentário