Por que Pedro negou Jesus

Por que Pedro negou Jesus? Ora, nesse artigo veremos que Pedro negou Jesus, sim, como todos já sabem, mais também veremos que todos somos Pedros, todos o negamos!

Você saberia responder o por que Pedro negou Jesus?

Pedro era um dos discípulos mais ativos no ministério de Jesus, sem dúvidas. Foi Pedro, que, quando Jesus disse: “Se Eu não lavar os teus pés, tu não terás parte comigo”, Ele prontamente respondeu: Senhor lava não somente os meus pés, mas também, as minhas mãos e a minha cabeça. Foi o mesmo que confessou a Jesus dizendo: tu és o Cristo, o filho do Deus vivo, foi Pedro que disse ao senhor: te seguirei até a morte !

Vejamos, não estamos falando de um simples crente, mais de um apóstolo que andou com Jesus, que viu os milagres e ouviu seus extensos sermões, estamos falando de Pedro, o homem que com fé andou sobre as águas ao encontro de Jesus, foi ele que ao tentar defender a Cristo feriu a orelha do servo do sumo sacerdote.

Pedro estava convicto de sua fé, e que estaria com Jesus onde ele estivesse, pois assim foi sua pronuncia um pouco antes de Jesus afirmar que ele o negaria três vezes antes mesmo do cantar do galo.

A negação de Pedro

Marcos 14:71, 72 – Ele começou a se amaldiçoar e a jurar: “Não conheço o     homem de quem vocês estão falando!”. E logo o galo cantou pela segunda vez. Então Pedro se lembrou da palavra que Jesus lhe tinha dito: “Antes que duas vezes cante o galo, você me negará três vezes”. E se pôs a chorar.

Como Jesus já  havia predito, Pedro o negou, e logo acompanhado com a consciência de suas ações, Pedro libera uma angustia tão grande que não coube dentro si, e a desata em forma de um choro angustioso. Pedro ainda é lembrado por esse fato.

Um homem que rompeu as barreiras, andando sobre as águas, e com convicção confessou a Cristo, agora o negou, da mesma força que o confessou também o negou, foi aos dois extremos e entrou em um estado de amofina profunda.

Por que somos nós Pedros?

Como indiquei no inicio do texto, “somos todos Pedros”, disse com a convicção de que o evangelho trata tal assunto, Pedro não é um caso especifico de um homem, mas um processo natural do homem, negamos a Deus todas as vezes que deixamos de amar ao próximo, toda as vezes que não vejo Deus em meu irmão, toda vez em que julgo, aponto, eu nego a Jesus.

Negar a Jesus esta na concepção da vida Humana faz parte da essência má que habita em nós por conta do pecado. Negamos a Jesus quando o confessamos com a boca dizendo: vou contigo até morte. Mas quando chegam as adversidades, o indagamos: Ó Deus!

Porem existe algo fundamental, e isso foi à alavanca da dor de Pedro para a alegria inefável que viria pós-negar Jesus, O arrependimento! Essa foi a chave para que Pedro fosse reconhecido, não como o Negador de Cristo, mais sim o apostolo de Deus, o mensageiro dos Judeus, o apascentador das ovelhas de Jesus.

O mesmo Pedro anunciou o evangelho a muitos, eles criam e eram batizados. O Negar a Deus foi somente a brecha para sua essência Natural se manifestar. O arrependimento foi a brecha para o espírito, foi a luz nas trevas, foi a lâmpada na escuridão, foi a vida nascendo em meio a morte, foi o encontro de Jesus e um simples pecador, o nome dele é Pedro, eu; você e assim consecutivamente.

João 21:17 – Pela terceira vez Jesus perguntou: Por que Pedro negou Jesus três vezes antes de Jesus ser preso“Simão, filho de João, tu me amas?” Pedro ficou angustiado por Jesus haver-lhe perguntado pela terceira vez “tu me amas”, e assegurou-lhe: “Senhor, Tu conheces todas as coisas e sabes que eu Te amo!” Comissionou-o Jesus:
“Apascenta as minhas ovelhas.

Teol. Davi Araujo

Como forma de agradecimento por navegar em minha página, Veja oque preparei pra você, meu ministério sendo reconhecido.

Deixe Seu Comentário