Sobre os doze espias estudo

INTRODUÇÃO:

O que aprendemos sobre os doze espias? dez dos doze espias enviados por Moisés para observarem a terra de Canaan, reconheceram que a terra da promessa erá exatamente aquilo que Deus avia prometido, verdadeiramente a terra era uma terra que manava leite e mel. O problema é que ao ver que a terra era protegida por gigantes eles duvidaram que poderiam derrotar os mesmos e possuir a terra de que Deus avia prometido.

A Incredulidade (falta de confiança na palavra de Deus):Foto Sobre os doze espias enviados por moisés para espiar a terra de canaan

Incredulidade é falta de confiança, e neste caso podemos afirmar que a falta de
confiança dos dez espias foi desacreditar que Deus poderias cumprir com sua palavra e promessa de faze-los possuir a terra prometida, eles preferiram acreditar que seus inimigos gigantes tinha mais forças e poder que o Próprio Deus, esqueceram que o mesmo os tirou da escravidão do Egito depois de derrotar o tão grande e temido exercito de Faraó.

Ao tomarem tais atitudes, demostraram seu coração incrédulo, em suas incredulidades duvidaram das promessas do Deus que nunca falha, seguindo seus incrédulos e enganosos acoraçoes se deixaram levar pela aparência  e estatura dos descendentes dos gigantes, caracterizando assim a duvida e o pavor em seus corações, assim sendo honraram mais as estaturas dos gigantes que o próprio Deus.

Números 13:33 Também vimos ali gigantes, filhos de Anaque, [descendentes] dos gigantes; e éramos aos nossos olhos como gafanhotos, e assim [também] éramos aos seus olhos.

Estudando sobre os doze espias podemos aprender.

O crente incrédulo tem memoria curta. Os dez espias aviam esquecido que Deus os tirou da terra do Egito com mãos forte, fazendo-os atravessar o mar vermelho com os pés secos e ainda deixando para trás o grande exercito de faraó com seus corpos espalhados por toda as areias da praia do mar. Êxodo 14:15 Então disse o SENHOR a Moisés: Por que clamas a mim? Dize aos filhos de Israel que marchem. 16 E tu, levanta a tua vara, e estende a tua mão sobre o mar, e fende-o, para que os filhos de Israel passem pelo meio do mar em seco.

Vejamos suas palavras.

(Números 13.28) O povo, porém, que habita nessa terra é poderoso, e as cidades fortificadas e mui grandes; e também ali vimos os filhos de Anaque.

Números 13:31b ,,,Não poderemos subir contra aquele povo, porque [é] mais forte do que nós.

Com estas palavra afamaram a terra e os inimigos aos olhos dos israelitas e os enfraqueceram fazendo com que todo povo duvidasse da palavra e promessa de Deus, fazendo que até mesmo o povo pensassem em apedrejar a Moisés e Arão.

O problema da incredulidade de alguns é que enfraquecem e fazem com que muitos parem de persevera na fé fazendo-os os duvidarem também das promessas de Deus.

Josué e Calebe os dois espias da fé:

Os únicos espias que continuaram firmes e confiantes nas promessas de Deus foram Josué e Calebe, enquanto os dez espias afamavam a terra e os gigantes perante os ouvidos dos israilitas dizendo que não avia nenhuma condição de tomar a terra prometida, Josué e Calebe apresentaram uma visão e narrativa diferente dos demais.

As palavra de Josué e Calebe.

Números 14:8 Se o SENHOR se agradar de nós, então nos porá nesta terra, e no-la dará; terra que mana leite e mel. 9 Tão-somente não sejais rebeldes contra o SENHOR, e não temais o povo dessa terra, porquanto são [eles] nosso pão; retirou-se deles o seu amparo, e o SENHOR é conosco; não os temais.

Estudando a passagem sobre os doze espias aprendemos que se deixarmos de confiar nas palavra de nosso grandioso Deus e ouvirmos mais nossos corações e medos, seremos dominados pela incredulidade e deixaremos de possuir oque Deus já nos deu por herança.

Nunca podemos duvidar da capacidade de Deus, pois quando ele promete ele cumpre, pois Ele é o que é não falha e nunca falhara.

Portanto amados leitores, lembre-se o Deus que os chamou ele é o que diz,  Isaías 43:13 Ainda antes que houvesse dia, eu sou; e ninguém há que possa fazer escapar das minhas mãos; agindo eu, quem o impedirá?

Meditamos então sobre os doze espias e que possamos ser não não como os dez espias que em suas incredulidades duvidaram das promessas de Deus e seu poder, com suas palavra enfraqueceram muitos e entristeceram a Deus. mas sejamos como Josué e Calebe que continuaram firmes acreditando que o mesmo Deus que abateu a faraó e seu exercito tambem os daria vitoria contra os gigantes descendentes de anaque, e cumpriria sua promessa os fazendo-os possuir e habitar em uma terra que mana leite e mel.

sobre os doze espias imagem do banner da pagina de estudo sobre os doze espias enviados a terra de canaan para espiar a mesma

 

 

Deixe Seu Comentário